segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Recital

Não posso dizer que esteja surpreendido porque realmente esperava uma vitória clara do Benfica. Sobretudo depois do jogo extra que fez na final da Taça da Liga, de ter tido menos um dia de descanso e de ter jogado bastante tempo com 10 em Setúbal, o Sporting chegava mais desgastado ao derby. Para além disso, o Benfica é claramente melhor, individual e colectivamente.
No entanto por vezes estes factores nada pesam. Há sempre uma grande imprevisibilidade num jogo de futebol e mais ainda num derby.
Mas esta noite os jogadores do Benfica tinham a missão bem estudada e estiveram a um nível altíssimo.
A vitória só peca por escassa.
Foi das melhores e mais categóricas exibições do Benfica em Alvalade nos últimos anos. O domínio foi avassalador e só não foi absoluto devido à expulsão de Vlachodimos que ditou a saída de Rafa e um quase abdicar do ataque nos últimos 10 minutos.
Seria redundante estar aqui a elogiar as exibições dos jogadores. Félix voltou a encher o campo e Seferovic voltou a ser um avançado de mão cheia como tem sido nos últimos jogos. Para Grimaldo também já quase não há adjetivos que lhe façam justiça. Os centrais foram dois gigantes. Como dizia todos estiveram num grande nível.
Vou por isso passar já ao tema da arbitragem que já por aí vi ser muito elogiada.
Foi uma arbitragem vergonhosa!
O Benfica ganhou de forma clara, em resultado da sua exibição demolidora mas fomos brutalmente prejudicados.
Ponto 1: o primeiro golo de João Félix não tem nada que ser anulado. O lance passa-se mesmo ao lado do árbitro que nada assinalou. O VAR não pode intervir! O que o protocolo diz é que só intervém em erros claros. Ora o lance não é claro. Há um colocar de mãos de Félix no jogador do Sporting mas não é claro que isso o tire do lance. É o jogador do Sporting que desiste da bola.
Ponto 2: penalty claro sobre Pizzi. Nem árbitro nem VAR "viram".
Ponto 3: penalty muito duvidoso assinalado contra o Benfica e expulsão escandalosa de Vlachodimos. Então o que aconteceu ao "fim da dupla penalização"? Quando é para prejudicar o Benfica não se aplica?
Enfim, uma completa vergonha que só a nossa exibição avassaladora fez com que não tivesse consequências de maior.
No entanto não teremos Vlachodimos para a Taça.
Uma nota final para pedir para não se embandeirar em arco. O próximo jogo começa 0-0 e o que aconteceu hoje não garante nada para quarta feira.
Dito isto, os jogadores e Bruno Lage estão de parabéns por uma exibição e vitória memoráveis. Deram-nos uma enorme alegria. Vou acreditar, como o presidente pediu, apesar de continuar a achar que falta um ponta de lança no plantel. Precisamos agora que Jonas recupere rapidamente e possa ser alternativa. Há ainda muitos e muitos jogos até ao fim da época e não é possível Seferovic fazê-los todos, especialmente ao nível altíssimo a que tem estado.

4 comentários:

  1. O crime organizado bem tentou so que o glorioso SLB arrasou a estratégia dos ladrões

    ResponderEliminar
  2. E esqueci-me de referir que o critério disciplinar foi escandaloso. Já se falou muito de Bruno Fernandes (e de facto foi dos piores casos, sendo inadmissível que não tenha sido expulso) mas não foi o único. À falta de capacidade futebolística, os jogadores do Sporting abusaram das faltas, cortando inúmeras vezes contra ataques perigosos, perante a complacência do árbitro. Connosco (ou contra nós, para ser mais exacto) o critério já era outro.

    ResponderEliminar
  3. Que jogatana que fizemos! Bailarico da Madeira, show de bola, limpinho! A melhor resposta aos adeptos do 2º maior clube de Portugal, o CCAB - Clube dos Cabeçudos Anti-Benfica. O clube do senhor dótor da mula ruça livrou-se, ontem, de uma derrota para a História. Nossa Senhora dos Aflitos lá os salvou.
    O que Lage fez em meia dúzia de jogos a treinar a equipa, é digno de estudo. Ah, Grranda Lage, és o maiorr, soce!
    Tenho de dar razão aos mais críticos daquele futebolinho desgarrado, envergonhado, paupérrimo que andávamos a jogar, Rui Vitória! Este é o Benfica à Benfica, o Benfica que todos os benfiquistas desejam e no qual se reveem.
    Quarta-feira é encher o Estádio (a equipa e o seu treinador merecem-no), para mais uma vitória. E nunca esquecer: à semelhança do que fizemos ontem, o Benfica terá de jogar muito melhor que o adversário, para vencer uma equipa de 11 mais a meia dúzia de amigalhaços dragartos do apito.

    ResponderEliminar

Os comentários são agora automaticamente publicados. Comentários insultuosos poderão ser removidos.