terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Inglaterra - corrida a três

Face aos resultados das duas últimas jornadas, parece definir-se em Inglaterra um quadro de três grandes candidatos à conquista da Liga Inglesa: o Arsenal, que face à história recente constitui uma agradável surpresa, o Chelsea, que para além de contar com alguns grandes jogadores tem na competitividade de Mourinho um forte argumento a seu favor e o Manchester City, claramente o mais forte dos três em termos de plantel.

Manchester United e Tottenham, a 9 e 10 pontos respetivamente do 1º lugar, parecem já fora da corrida. O United até estava a fazer uma boa recuperação mas dois empates nos últimos dois jogos deitaram tudo a perder. É o problema de já se ter um atraso considerável: qualquer perda de pontos que noutras circunstâncias seria recuperável abre ainda mais o fosso que começa a ser cada vez mais irrecuperável. Com a saída de Fergusson era de prever que o United se ressentisse. Isso mesmo eu já aqui previra. A queda está porém a ser muito abrupta. Quanto ao Tottenham, depois da humilhação dos 6-0 e a 10 pontos da liderança, deverá dar-se por contente se conseguir um lugar europeu.

Quanto ao Liverpool, começou bem e conseguiu-se aguentar bastantes jornadas nos lugares de topo mas sempre pareceu poder perder pontos a qualquer momento. Tem grandes jogadores mas ainda não será esta época que regressará ao primeiro lugar, essa é a minha convicção. 

Do trio Everton, Newcastle e Southampton, a equipa de Liverpool parece a mais consistente. Tratam-se de equipas que lutarão possivelmente por lugares europeus, logo abaixo do pódio. 

Voltando aos candidatos, o Arsenal parece de regresso aos melhores anos de Wenger mas ainda é cedo para ter certezas. A equipa joga neste momento um grande futebol e terá em breve Podolsky de regresso. No entanto vêm a caminho testes de fogo, nomeadamente o jogo fora com o Manchester City, antecedido pela recepção ao Everton, que será também um jogo complicado. A 23 de Dezembro joga-se um emocionante Arsenal-Chelsea. Depois disso será altura para reavaliar a consistência da candidatura do Arsenal.

Quanto ao Chelsea, apesar de alguns dissabores e de mais mudanças do que é habitual em Mourinho, a verdade é que a equipa está em 2º lugar, a apenas 4 pontos do Arsenal e à espreita de algum deslize do rival de Londres. Os próximos três jogos são relativamente fáceis e a equipa pode-se consolidar somando 9 pontos. 

Finalmente no que toca ao City, sendo o mais forte dos candidatos em termos de jogadores e mesmo de colectivo quando está inspirado, acaba por ser uma equipa muito irregular que está a ter problemas surpreendentes quando joga fora. Em 25 pontos conquistados apenas 4 o foram fora de casa! Algo de inusual, para não dizer insólito. Caso o City consiga alterar este estado de coisas e comece a vencer fora de casa, chegará certamente muito perto do primeiro lugar. Neste momento porém, é apenas 3º, a 6 pontos do Arsenal.

Entre hoje e amanhã disputa-se mais uma jornada, com jogos, nomeadamente o Chelsea para ver em directo na Benfica TV.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários são agora automaticamente publicados. Comentários insultuosos poderão ser removidos.