sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Importante marcar presença



O Benfica recebe no sábado o Vitória de Guimarães e na quarta seguinte o Spartak de Moscovo. São dois jogos importantes (no campeonato evidentemente todos o são) que estamos "obrigados" a ganhar para manter as nossas ambições nas duas provas: no caso do campeonato vencê-lo, no caso da Champions passar a fase de grupos. Como assinalei num post anterior, jogaremos 4 jogos em casa durante o mês de Novembro.
É um momento da época em que os adeptos podem contribuir com o seu apoio para dar à equipa um élan importante. Todos nos recordaremos quão importante foi esse apoio em 2009 - e como ele se começou a criar logo nos primeiros meses do campeonato. Naturalmente que as épocas não se repetem, que as circunstâncias eram diferentes e que o caminho será diferente. No entanto o apoio pode e deve ser semelhante. Tenho defendido que, caso se façam alguns ajustes no plantel, JJ saiba tirar o melhor proveito dos jogadores que tem e perceber o que pedem os jogos e se não formos tão penalizados pelos árbitros, o Benfica pode ser campeão nesta época.
Para que tal se concretize, os adeptos precisam também de acreditar na equipa e fazer-lhe sentir que estão com ela. Sem união não se cria uma dinâmica vencedora, essencial para conquistar títulos. Estive no Benfica-Porto do ano passado e senti no Estádio, desde o início do jogo, um certo temor, uma certa desconfiança, um certo sentimento de que inevitavelmente as coisas iriam correr mal. Foi sem espanto que vi o Porto marcar primeiro, com alegria que vi o Benfica dar a volta ao resultado, com irritação que vi o Porto empatar e com desalento que o vi marcar o 2-3 em fora de jogo. Durante quase todo o jogo, perpassou das bancadas para o campo um sentimento de pouca crença, que não é admissível no Benfica.
Temos que, como adeptos, perder o constante receio de que as coisas podem correr mal.
Nesse sentido, é importante os adeptos marcarem presença em grandes números nos próximos jogos em casa. Há que começar a criar uma "base" em que alicerçar a vitória neste campeonato. Também na Liga dos Campeões é importante vencer os próximos dois jogos, como certamente temos todas as condições para conseguir e poder avançar na prova. Seria um estímulo muito importante e representaria um encaixe financeiro que nos daria outro conforto para a época.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Benfica TV gera preocupação nos adversários

Desde o seu início, este blog assumiu como objectivo fundamental a defesa intransigente dos interesses do Benfica e da verdade desportiva. E assim foi denunciando algumas situações de flagrante atropelo dessa verdade e dos mais elementares princípios de equidade no futebol português.
Uma dessas situações consiste na evidente selectividade com que por regra são apresentados os casos de arbitragem. E mostrámos como isto é importante não apenas para a percepção que se gera na opinião pública mas também para o sistema continuar a favorecer uns e prejudicar outros, cumprindo formalmente com os regulamentos da Liga. Para essa situação durar e se perpetuar, Pinto da Costa soube manter nos media considerável influência (veja-se a predominância dos "estúdios do Porto" da RTP em matéria de futebol, ou o que se passa na TVI - onde já esteve Júlio Magalhães que assumiu o Porto Canal e está Sousa Martins, que apesar de bom profissional é portista - e no seu site "mais futebol", que chega a roçar o anti-benfiquismo).

Nenhuma influência foi porém tão importante como aquela que Pinto da Costa mantém na Sporttv, pois este canal detém há anos os direitos de transmissão da Liga Portuguesa de Futebol e como tal são os seus realizadores e directores quem determina quais os lances são repetidos, quais os mais escrutinados, quais os que são enviados às outras televisões para os resumos.

Pois bem, ao que parece, esta situação que nunca motivou dúvidas ou hesitações aos poderes do futebol português, torna-se, agora que a Benfica TV poderá vir a transmitir os jogos do Benfica, subitamente problemática, como mostra o blog Pinceladas gloriosas que descobriu no site "mais futebol" um artigo em que aparece o ex-árbitro e "especialista" Pedro Henriques a expressar toda a sua preocupação.

O que demonstra que:

1) tinha o Justiça Benfiquista razão quando alertava para os malefícios de deixar nas mãos da Sporttv, sem controle externo, o importante poder das imagens televisivas (um dos factores para a justiça disciplinar e para a classificação dos árbitros);

2) que o ignorar desta questão, como se ela não existisse, não se devia a ela ser irrelevante mas sim ao facto de todos se sentirem confortáveis com o status quo (o sistema);

3) a decisão de cortar com a Olivedesportos e avançar para a exploração dos direitos televisivos na Benfica TV foi a correcta, como demonstram as várias manifestações do sistema, para quem, neste caso concreto, o que não era antes um problema passou a ser apenas porque se anunciou o fim de um monopólio.

Porque, permitam-me que insista neste ponto, se realmente existe um risco das imagens serem "trabalhadas" e "seleccionadas" (que eu considero que existe de facto), como se explica que só agora ele seja referido? Não se colocou o mesmo problema no passado (e coloca no presente)? Quem fiscalizou a Sporttv? Foi Pedro Henriques?

Folgo em verificar que alguns dos problemas para que aqui vamos alertando comecem a ser publicamente debatidos e que se comece finalmente a desmontar as estruturas de viciação da competição em Portugal. Há que continuar, sem dar tréguas, este combate. Só com total transparência, com um escrutínio permanente do trabalho dos árbitros e de todos os poderes do futebol poderá a competição ser justa, íntegra e sem favorecimentos de nenhuma espécie, como todos nós desejamos.

Dos próximos 6 jogos do Benfica, 4 serão na Luz


Eis o calendário do Benfica para o mês de Novembro:

SL Benfica vs. V. Guimarães
Sábado, 03-11-2012 20:30h
SL Benfica vs. Spartak
Quarta-Feira, 07-11-2012 19:45h
Rio   Ave   vs.  SL Benfica
Domingo, 11-11-2012 19:30h
Moreirense vs. SL Benfica (Taça de Portugal)
Sexta-feira, 16 - 11 - 2012 21:00h
SL Benfica vs. Celtic
Terça-Feira, 20-11-2012 19:45h
SL Benfica vs. Olhanense
Sábado, 24-11-2012 20:30h.

Depois de um ciclo em que tivemos vários jogos fora (Académica, Paços de Ferreira, Spartak de Moscovo, Freamunde, Gil Vicente), jogaremos agora maioritariamente na Luz. Com efeito, durante o mês de Novembro, o Benfica jogará 4 vezes na Luz e apenas 2 fora, uma delas para a Taça. É a oportunidade para conseguir um mini-ciclo de boas vitórias e exibições, que nos permita consolidar a posição cimeira no campeonato e inverter a má prestação da Liga dos Campeões, tudo fazendo para obter um apuramento que ainda está ao nosso alcance.

No fim deste período teremos de volta Luisão e será altura de nos reforçarmos no sector do meio campo (processo que a imprensa diz estar já em curso, falando-se de 3 nomes).

Para consulta, aqui fica também o calendário da nossa equipa B para o mesmo período, com destaque para o Benfica B-Sporting B no próximo Domingo na Luz. Ao contrário da sua equipa principal, que vai de mal a pior, o Sporting B quase só tem sabido ganhar, liderando a Segunda Liga.

12Benfica B | Sporting B  SL Benfica04/1116:00
13Oliveirense | Benfica B  Carlos Osório10/1111:15
14Benfica B | Covilhã  SL Benfica22/1120:00
15Atlético | Benfica B  Tapadinha28/1115:00



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Exibição segura, melhorias sensíveis.

O Benfica entrou bem no jogo, ao contrário do que aconteceu nos anteriores e isso fez toda a diferença.
Mas entrou mesmo bem, ou seja, entrou com o 11 correcto para este jogo. Já tinha anteriormente defendido que o meio campo deveria ter uma composição mais equilibrada e penso que foi exactamente isso que aconteceu com André Gomes a ajudar Matic e Enzo Perez (que, já o disse muitas vezes, tem cultura futebolística e de equipa) a ajudar os dois nos terrenos mais centrais, libertando Ola John para ir à linha e procurar os desequilíbrios.
Por outro lado, defendo também há bastante tempo que Luisinho exibia alguma segurança e rotina de posição pelo que merecia uma oportunidade. Fiquei portanto satisfeito com o 11 apresentado e, graças à fortuna que também é necessária no futebol, entrámos a ganhar o que deu outra tranquilidade à equipa.
Deve-se igualmente destacar Lima, que voltou a mostrar ser neste momento o jogador mais perigoso do Benfica e ter compreensão pelo momento menos positivo de Cardozo. A qualidade e eficácia de Lima não nos deve levar a desvalorizar Cardozo mas sim a sentirmo-nos felizes por termos mais opções e mais qualidade no ataque.
Considero por fim que a arbitragem foi isenta, que é o que se pede. Erros acontecem sempre, o que é importante é que não se detecte uma vontade da arbitragem em penalizar uma equipa em benefício de outra, o que é denunciado por se "errar" ou decidir sempre no mesmo sentido. Entre a arbitragem de Vasco Santos no sábado e as de Xistras, Capelas e Benquerenças nos passados compromissos do Benfica houve portanto uma diferença abissal, que se regista e aprecia. O futebol deve ser limpo porque assim é que é bonito.
Quanto ao Porto também nada a dizer da sua vitória, que conquistou com a qualidade e segurança que vem exibindo nos últimos jogos. Martinez parece ser mesmo craque, o que obviamente não é bom para nós mas deve ser encarado com naturalidade. Felizmente temos também Lima, Rodrigo e Cardozo, que entre si totalizam 12 golos contra os 6 de Jackson. Se o Benfica for fazendo o que deve - e se Jesus souber, como soube sábado, perceber do que equipa precisa para ser forte e equilibrada - temos todas as hipóteses de lutar pelo campeonato até ao fim e, se formos inteligentes e felizes, conquistá-lo. Em três deslocações difícieis (Paços, Setúbal e Barcelos) fizemos 9 pontos, o que é muito positivo.
Em termos de campeonato só contra o Beira-Mar o Benfica jogou francamente mal, ao passo que contra o Braga faltou alguma serenidade (sobretudo em virtude da impreparação, naquele momento, de Melgarejo para o lugar) e contra a Académica foi o árbitro o responsável pela nossa perda de pontos.
Em perspectiva portanto uma boa época para consumo interno, agora que se verifica que André Gomes pode ser solução para um meio-campo que tanto tem sofrido com as saídas e com as ausências constantes de Carlos Martins e Aimar. E há que recordar que Luisão estará de regresso dentro de três semanas.
Fica apenas a faltar contratar um trinco em Dezembro.